sábado, 23 de outubro de 2010

sem respostas

O que fazer quando já não há o que fazer? Será mesmo que sempre tem uma saída? Fico me perguntando o tempo todo se ainda há uma possibilidade de volta, de reencontro. Me entriste quando não vejo nenhuma, me desespera quando não encontro em ninguém, em nada. Quando a única coisa que consigo sentir é a tristeza sem motivo. Já é difícil quando tenho motivo, imagine quando não há. Ou eu não estou enxergando. Me pego muitas vezes pensando no nada, mas aí penso: mas pensar no nada, já é alguma coisa! Me confundo toda. Os momentos distorcidos da vida me apavora, nunca sei o que fazer, acho que calculo demais e nunca acerto no resultado. Não entendo, há alguns anos não entendo. Quando tudo vai se encaixar? Quando é que vou escolher? Vida abundante? Será mesmo? Não sei mais ;/

- vem aquecer meu frio coração com teu amor Senhor, abraça-me

larissa f.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários